Tuesday, January 22, 2019

Com 25 anos de história, o crossover dos Bulldogs está de volta

Posted by Redação Mondo Metal On September - 5 - 2014

 

 

No fim da década de 80, quando Belo Horizonte vivia seus tempos de ouro “exportando” bandas para o mundo, o underground da capital mineira vivia igualmente um grande momento. Se por um lado as grandes bandas saíam da cidade e se destacavam dentro e fora do país, por outro a nova safra garantia a diversão dos belo horizontinos no circuito de pequenas casas de show que viviam lotadas de fãs ávidos por música pesada. Entre esses grupos estava o Bulldogs, quarteto que apostava no Crossover, estilo relativamente recente naquele momento, fruto da mistura das palhetadas do Thrash Metal com os acordes econômicos e competentes do punk rock. Após idas e vindas e um hiato de 8 anos desde a última apresentação, a banda está de volta prometendo fazer barulho e garantindo que não se trata de uma mera brincadeira. Até mesmo a gravação de material inédito faz parte dos planos da banda. O Mondo Metal foi conversar com o vocalista da banda, Jonny Armani que contou um pouco mais sobre o retorno do grupo. Confira!

 

Mondo Metal: Jonny, vocês estão de volta com o Bulldogs, banda formada há 25 anos atrás. Conte pra gente como aconteceu e o que motivou esse retorno.
Jonny Armani: O Bulldogs tá na ativa de novo. Tem uns 6 meses de ensaios e vamos anunciar em breve o novo baixista. Vários sons novos e velharias de 1994 a 1998. Nosso último show foi em 2006 com nosso camarada Mussy, já falecido. Após este show paramos de tocar e o Mussy foi Pro Colt 45. Retornamos em 2014 pra zuar tudo de novo.

 

Mondo Metal: Como é voltar a tocar com a mesma formação do saudoso Wrath of Norse depois de tanto tempo?
Jonny Armani: Eu, o Robson (guitarra) e o Luis Carlos (bateria) tocamos desde 1989, moleques mesmo, fazendo um crossover muito tosco denominado Wrath of Norse. E por sempre tocarmos juntos sempre tivemos vários baixistas. Deixa eu ver se lembro… Puts, no mínimo uns 8.

 

Mondo Metal: Quais são as influências dos Bulldogs? O que vocês têm ouvido?
Jonny Armani: Tudo de underground é influência do Bulldogs. Eu escuto Grind, Industrial, Death Metal, Hard Core, Trip Hop e Rap. Tudo vira Bulldogs. Os caras também têm gostos variados, mas todos gostam de Obituary e Ratos de Porão.

 

Mondo Metal: Qual é a diferença do Crossover de hoje com o de 25 anos atrás, quando vocês começaram?
Jonny Armani: Acho a mesma coisa o som, só que temos mais informações e o som é bem moderno. Também depende da proposta da banda, se for fazer Crossover Old ou moderno, é tudo válido.

 

Bulldogs com a mesma formação atual em registro feito em 1989

 

Mondo Metal: Como tem sido esse recomeço? Vocês já tocaram algumas vezes e estão voltando a pegar o ritmo, não?
Jonny Armani: O ritmo de show é consequência de bons ensaios e voltar depois de um tempo nem fez diferença pois tocar com a mesma formação foi muito de boa. Hoje temos uma disciplina maior e mais bagagem de shows variados pois trampamos todos com música e nunca paramos.

 

Mondo Metal: Gravar está nos planos da banda? E como está a agenda da banda?
Jonny Armani: vamos gravar o mais rápido possível e fazer pelo menos um show por mês. Já temos muitos projetos de vídeos. Sempre mantemos nossa galera informada em nossa página no Face. Agora é bem melhor pra divulgar o som, somos da época das cartas! Vamos gravar o Kapitan Underground, canal de web, em setembro, vamos tocar dia 05 de outubro no Matriz com o Kataphero de SP, Agaurez, Immortal Opus e Nuclear Screams e dia 6 de dezembro, também no Matriz com o Grangrena Gassosa, do Rio. Nesses meios até o fim do ano vamos entrar em studio pra gravar o som. Vão ser pelo menos 3 músicas. Vai ter também um episódio do Visceral Art, canal de web. Temos mais shows, estamos negociando. E sempre muito ensaio!

 

Mondo Metal: Jonny, obrigado pela entrevista ao Mondo Metal. É sempre muito legal ver uma banda das antigas de volta para mostrar para a nova geração porque o underground de BH foi tão forte no passado! O espaço é dos Bulldogs!
Jonny Armani: Valeu Mondo Metal!

 

Entre em contato com a banda:
* Facebook

 

Confira a faixa Munição

Deixe seu comentário!

Comments are closed.

Review: The First of the Listeners, Recitations

      Obscuro, sombrio e assustador! Assim podemos definir The First of the Listeners, álbum de estreia dos noruegueses […]

Review: Prologue In Death & Chaos, Death Chaos

      Curitiba sempre teve uma cena muito boa da música pesada. De lá vem dois grandes nomes do […]

Review: Once and for all, Perc3ption

      Imagine a cena: você se senta confortavelmente diante de seu computador, abre uma cerveja bem gelada (no meu […]

Review: 14 Sovereigh, Vpaahsalbrox

      Quando se fala em bandas de Heavy Metal vindas do Texas, nos Estados Unidos, de quem você […]