Tuesday, December 12, 2017

Review: Once and for all, Perc3ption

Posted by Redação Mondo Metal On October - 12 - 2016

 

assina_chris

 

Holy shit!

Holy shit!

 

Imagine a cena: você se senta confortavelmente diante de seu computador, abre uma cerveja bem gelada (no meu caso uma Mondo Metal Beer), coloca o fone e começa a ouvir os primeiros acordes de um novo álbum sobre o qual passará a escrever algumas linhas pouco depois. Se tiver sorte e o álbum for bom, o texto vai fluir e em pouco tempo uma nova resenha estará pronta para ser publicada. Se não for, lamentará, mas terá que dar seu veredito, por pior que seja. Com o novo álbum dos paulistas do Perc3ption valeu a primeira opção e o texto fluiu tranquilamente, para a alegria deste crítico e Once And For All apresentou uma banda coesa e madura que demonstra muita personalidade nas nove faixas do novo álbum.

 

Once And For All é o segundo álbum do quinteto de Itapetininga e trás um trabalho irrepreensível para os fãs do Prog Metal. Muito bem trabalhado musicalmente, o sucessor de Reason of Faith é um trabalho que mescla muito bem o peso dos riffs e pedais duplos com a melodia e momentos desacelerados.

 

O álbum é dividido em duas partes: a primeira com seis faixas é, digamos, a mais tranquila, com a banda se permitindo maiores experimentações acelerando e pondo o pé no freio na medida certa, dosando o peso e impondo trechos onde prevalesce a melodia mais simples. A segunda parte, chamada de The Apocalypse Melody, composta pelas três últimas faixas, é o “pulo do gato” do grupo, é aí que a banda dá um passo além. Welcome To The end, Extinction Level Event e Throught The Invisible Horizonts parecem ser uma grande e única faixa que se interligam com peso, velocidade e uma áura de trilha sonora. É brilhante!

 

 

Não posso encerrar a resenha sem falar sobre a belíssima produção do álbum, à cargo do guitarrista Glauco Barros que recebeu das mãos de ninguém menos que Edu Falashi a pré-produção das nove faixas. Som limpo, cristalino e muito bem definido, valorizando o bom trabalho instrumental da banda. Não tenho dúvida de que a “lapidada” dada pelos dois músicos foi fundamental e que sem ela o resultado final seria outro.

 

Once And For All é maduro e bem composto. Não há dúvida de que o Perc3ption está no caminho certo!

 

Confira o clipe da faixa Magnitude 666

 

 

Perc3ption
Once And For All
Gravadora: Shinigami Records

1. Persistence Makes the Difference
2. Oblivions Gate
3. Rise
4. Immortality
5. Braving the Beast
6. Magnitude 666
The Apocalypse Melody
7. Welcome to the End
8. Extinction Level Event
9. Through the Invisible Horizons

Deixe seu comentário!

Comments are closed.

Review: The First of the Listeners, Recitations

      Obscuro, sombrio e assustador! Assim podemos definir The First of the Listeners, álbum de estreia dos noruegueses […]

Review: Prologue In Death & Chaos, Death Chaos

      Curitiba sempre teve uma cena muito boa da música pesada. De lá vem dois grandes nomes do […]

Review: Once and for all, Perc3ption

      Imagine a cena: você se senta confortavelmente diante de seu computador, abre uma cerveja bem gelada (no meu […]

Review: 14 Sovereigh, Vpaahsalbrox

      Quando se fala em bandas de Heavy Metal vindas do Texas, nos Estados Unidos, de quem você […]